Área de Imprensa

Arena Análise: Reta Final do Brasileirão 2016 – Libertadores

O CRÉDITO DA FOTO É OBRIGATÓRIO: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Depois da CONMEBOL anunciar mudanças drásticas na Libertadores, o Brasileirão voltou a ter importância direta nas vagas para os torneios internacionais. Obviamente isso prejudicou os regionais (como Nordestão e Copa Verde), mas isso é assunto para outro dia.

O fato é que as duas vagas extras para a Pré-Libertadores que o Brasil recebeu colocaram fogo novo no campeonato. Times que já estavam se conformando com sua posição no campeonato ganharam fôlego extra, e isso é bom. Só não ficou legal essa mudança repentina da CONMEBOL no meio do campeonato. Uma preparação para o torneio em 2017 pode ser comprometida com essa repentina decisão. Só que clube brasileiro não se organiza direito também, então tá de boas!

Vamos então analisar as 5 últimas rodadas da galera que quer beliscar as vagas para a Pré-Libertadores. Lembrando: pelo Brasileirão, os 3 primeiros vão direto para a fase de grupos (confira quem a gente acha que vai no post anterior). As 3 vagas restantes serão para a primeira fase – a conhecida Pré-Libertadores. Não sabemos como acontecerá esse playoff, pois as vagas aumentaram, e ainda não está claro se, em caso de derrota nessa fase, o clube jogaria a SULAMERICANA, que também será o ano todo.

Os clubes não estão preocupados com isso ainda. Querem se classificar primeiro, isso sim! Vejamos os times nessa situação (lembrando que estamos exibindo os dados do site Infobola para chances de vaga):

bota

5º Botafogo (chances de vaga: 84%)

Já podemos afirmar sem medo que o Botafogo é a grande surpresa do campeonato: de virtual rebaixado meses atrás, o time da Estrela Solitária lamenta não ter mais uns 3 jogos, pois lutaria pelo título.

A ascensão do time vem da saída de Ricardo Gomes – que foi lá afundar o São Paulo – e a subida do auxiliar Jair Ventania. O “Venatia” é uma brincadeira com o fato dele ser filho do Furacão da Copa de 1970, Jairzinho.

O Jair filho vem fazendo um excelente trabalho, motivando um elenco desacreditado – Sassá, por exemplo, é um dos goleadores do campeonato. E olha que o Nego Jeff não está jogando por conta de lesão…

Para quem queria somente se manter na Série A, beliscar uma vaga na Libertadores coroaria com louvor o bom ano botafoguense, mas não será fácil. Tem dois confrontos diretos (Ponte Preta em casa e Grêmio fora) e dois postulantes ao título (Flamengo e Palmeiras, ambos fora). Só a Chapecoense – em casa – que não teria tantas pretensões. Além do dever de casa, precisa vencer pelo menos uma das suas partidas fora de casa.

622_cf85341a-4db5-3e31-8bf3-bab748a2ab49

6º Atlético-PR (chances de vaga: 48%)

O Furacão sempre esteve ali, beirando o G4. Agora, com o advento do G6, ele pode acabar sendo presenteado com uma vaga na Libertadores.

Os comandados de Paulo Autuori não fazem um campeonato excepcional, mas sim um certame muito regular, tendo a melhor campanha em casa.

Só que os confrontos diretos, contra Fluminense e Corinthians, são fora de casa – assim como o jogo contra o Vitória. No seu território, enfrenta Sport e Flamengo (essa a última partida).

O jogo contra o Fluminense – e mais especialmente, contra o Corinthians – pode decidir a vaga, mas não pode se descuidar da sua fama de melhor mandante.

rib7886

7º Corinthians (chances de vaga: 31%)

Se o Botafogo é a maior surpresa, o Corinthians é uma das decepções. No início do campeonato, brigava pela liderança e, após a saída de Tite, até tentou engrenar com Cristóvão Borges, mas não deu.

Cabe a Oswaldo de Oliveira tentar blindar o Timão do seu conturbado bastidor para pegar nem que seja uma vaga na Pré-Libertadores, mas a tarefa não será fácil.

Joga em casa contra um desesperado Internacional e um confronto direto com o Atlético-PR. Fora, tem clássico contra o São Paulo, além de Figueirense e Cruzeiro. 4 confrontos contra fugidos do Z4 e um confronto direto.

Se passar o carro em cima da galera que luta pra não cair, vai decidir contra o Atlético-PR sua ida a Pré-Libertadores.

lucas-uebel-gremio

8º Grêmio (chances de vaga: 28%)

Juntamente com o Corinthians, o Grêmio passou boa parte do campeonato lutando pela liderança. O caldo desandou e Roger Carvalho foi demitido. A equipe de Renato Gaúcho, no entanto, ainda pode surpreender. Não no Brasileirão, mas na Copa do Brasil.

Vamos deixar a Copa do Brasil de lado por enquanto. Aqui vamos analisar as chances do Grêmio no Brasileirão, que não são muitas.

Igual ao Corinthians, pega 4 candidatos a Segundona, e joga confronto direto em casa: pega Sport e América-MG, além de confronto direto contra o Botafogo em casa. Fora, pega Santa Cruz e São Paulo.

Vai ter que fazer o mesmo que o Timão – vencer seu confronto direto e não tomar conhecimento dos rebaixáveis, mas terá que secar Corinthians e Atlético-PR – um empate entre os dois seria ideal.

4v92me1572ehmql3sov93nj8i

9º Fluminense (chances de vaga: 10%)

O Flu começou o ano embalado com o título da Primeira Liga, mas até o torcedor sabia que não seria um ano de felicidade. As dificuldades com o elenco – Fred saiu do Flu pra ser artilheiro no Atlético-MG – e más atuações pesaram.

Dito isso, o Tricolor foi um dos que mais comemoraram a decisão da CONMEBOL, pois estavam em 5º, longe de uma vaga no G4. No entanto, desde a mudança do G4 para o G6, o Flu parou de jogar.

Ele está realmente NÃO querendo jogar Libertadores…

A seu favor, enfrenta dois adversários a vaga (Atlético-PR em casa e Ponte Preta fora), além de Cruzeiro e Figueirense fora, e Internacional em casa (sua última partida).
O secador precisa funcionar bem contra Grêmio, Corinthians e Atlético-PR…

Ponte Preta x Palmeiras

10º Ponte Preta (chances de vaga: 2%)

A Macaca sempre aparecia nas manchetes como “time que almeja G4”, mas nunca efetivamente se aproximou a ponto de ameaçar quem ocupava o grupo dos 4 primeiros. Deu uma desencanada no campeonato, mas viu oportunidade no novo G6. Ainda não pegou.

Está muito atrás na tabela e dificilmente vai pegar uma das duas vagas para a Pré-Libertadores.

Pega Santos, Fluminense e Coritiba em casa, e sai para jogar contra Internacional e Botafogo. Terá que tirar uma macaca da cartola e torcer para que os quatro à sua frente escorreguem feio na sua casca de banana. Tarefa bem difícil.

= = = = = =

Prognóstico AG:

5º Botafogo – confirma sua boa fase, pega vaga na Pré-Liberta e ainda dá uma fungada no Flamengo…
6º Corinthians – com vários lances polêmicos, consegue entrar na Pré-Libertadores.
7º Atlético-PR – bem que tenta, mas se conTENTA com uma vaga na Sulamericana.
8º Fluminense – nada e morre na praia denovo – pelo menos vai jogar a SULA.
9º Grêmio – distraído com a Copa do Brasil, não vai atrás da Pré-vaga para a Libertadores.
10º Ponte Preta – vai tentar novamente o título da SULA que escapou de suas mãos anos atrás.

= = = = = =

Nossa análise deixou, propositalmente, um fator importante de fora: a Copa do Brasil!

A final será entre Atlético-MG e Grêmio. Podemos ter dois resultados aí, o que pode mudar o G6 para G7:

Atletico-MG vence – garantido na Libertadores, se ficar entre os 3 primeiros, abre uma vaga na fase de grupos para o 4º colocado do Brasileirão. De qualquer forma, o G6 viraria G7.

Grêmio vence – puxaria o freio de mão na luta pela Libertadores (pq, né?). Criaria G7 somente se ficasse entre os 6 primeiros, o que só aconteceria se o Grêmio quisesse ter um plano B na manga.

No nosso prognístico, o G6 vira G7 por causa do Atlético-MG, fazendo com que a vaga na fase de grupos vá para o Flamengo e a vaga para a Pré-Libertadores cair no colo do Atlético-PR.

= = = = = =

(amanhã temos a última parte, com a galera que tenta fugir da Série B!)

E aí, concorda, discorda ou muito pelo contrário? Comenta aí!

Seja mais um Geraldo da Arena! Receba as nossas novidades direto do seu e-mail!