AG News

TorcedorAs: igualdade no torcer e no vestir!

Ter o seu ~manto~ para acompanhar o time de coração é item número 0 de qualquer torcedor que se preze. Se não fossem os preços abusivos de algumas lojas, o acesso seria maior dos torcedores aos uniformes. No entanto, quando o problema de acesso não é unicamente o preço, o negócio começa a preocupar…

O Corinthians aproveitou muito bem o hype da final do Paulistão de 2017 contra a Ponte Preta, o mesmo time que enfrentou na lendária final do Paulista de 1977 (título às vezes até mais lembrado que os títulos mundiais ou a Libertadores).

Produziu, juntamente com a sua fornecedora de materiais esportivos Nike, uma coleção de camisas (especificamente a reserva), que você confere abaixo:

A questão é que nem todos os corinthianos estão felizes com a coleção. Bem, vamos usar o artigo correto para o caso: AS corinthianas não estão felizes. Isso porque a Nike não disponibilizou modelos femininos para a coleção por, segundo a fornecedora, “não existir demanda”!

As meninas não se sentem satisfeitas ao procurar modelos de uniformes dos seus times em sites oficiais ou mesmo nas lojas físicas. Com menos oferta, tem menos demanda mesmo…

Uma torcedora corinthiana, indignada com tamanho desdém, resolveu abrir um abaixo-assinado sobre a questão (clique na imagem abaixo e ajude).

Clique e assine a petição!

Você pode achar absurdo “tanto alarde”, mas essa não é uma exceção, pelo que se percebe por aí. Não somente nas lojas corinthianas, mas em boa parte das lojas de torcedores, os modelos femininos não aparecem tanto quanto se imagina (ou se gostaria).

Se você ler os comentários do abaixo-assinado, vai encontrar relatos de torcedoras de outros times contando a dificuldade de adquirir um uniforme que “respeite as curvas” femininas – inclusive as modelo PLUS-SIZE.

Quanto a questão da demanda levantada pela Nike, de acordo com o abaixo-assinado, a pesquisa de torcidas do IBOPE de 2015 aponta 52% da torcida do Corinthians composta por mulheres.

Infelizmente essa não é uma questão somente sobre camisas, mas sobre toda uma cultura no futebol. Vemos as mulheres indo a estádios, pagando ingressos, torcendo, cantando, xingando, zoando… Sendo torcedoras.

Só que ainda parece ser chocante para algumas pessoas a presença feminina nos estádios (dentro e fora de campo, há que se diga).

Nossa Arena aqui é GERAL, independente do torcedor. Veio pra torcer, é bem vindo! Por isso apoiamos a causa não só das corinthianas, mas de todas as torcedoras!

De fato, esse assunto dá muito pano pra manga (com o perdão do trocadalho).

E aí? As empresas vêem as torcedoras com os mesmos olhos que vê os torcedores? Comenta aí!

folder AG News
Clubes citados no post
 
Seja mais um Geraldo da Arena! Receba as nossas novidades direto do seu e-mail!