Área de Imprensa

UFC: Todos os 199 posters

Amanhã acontecerá nos EUA a 200ª edição do Ultimate Fighting Championship, mais conhecido no ocidente como UFC. Criado para ser uma propaganda do BJJ (Brasilian Jiu Jitsu), colocando o estilo contra diversos outros (boxe, wrestling, muay thai, judô, karatê, tae kwon do, entre outras). Com o tempo, os atletas que dominavam mais de um estilo de luta se sobressaiam nas lutas, surgindo assim os moldes do que conhecemos hoje como MMA (mixed-martial arts, ou artes marciais mistas).
O UFC tinha como lema: sem regras. Daí o tal termo “vale tudo” que acabou popularizando esse tipo de luta. O fato de não ter regras mudou bastante com o tempo – já na 15ª edição luvas eram obrigatórias e chutes na cabeça com o oponente no chão eram proibidas.

royce_20gracie_201

Apesar de ser popular, outros eventos de MMA (como o Pride e o WEC) se sobressaiam. No entanto, em 2001, com a compra da franquia pela Zuffa – de Dana White – o UFC alavancou sua audiência. Aos poucos, o UFC se tornou a maior franquia de MMA do mundo, comprando seus ~adversários~ PRIDE e WEC, além de outros.
O fenômeno aqui no Brasil só começou a ser visto por aqui em 2001 – lembrando que foi Royce Gracie que “criou” o UFC – numa luta entre Vitor Belfort e Chuck Lidell. Passou no SBT, com pouco delay (ele havia participado da Casa dos Artistas meses antes).

A Globo noticiou algumas vezes o tal “vale tudo”, e o sucesso de Vitor Belfort:

Até então o Combate já transmitia eventos do UFC, mas sem tanto destaque. O que fez o evento explodir foi uma explosiva bicuda de Anderson Silva em Vitor Belfort, no UFC 126. A partir deste momento, o interesse pelo MMA cresceu no país. Eventos de MMA surgiram, como o Jungle Fight, e a audiência dos programas relacionados ao esporte estourou de vez.

O Brasil, que ~criou o evento~ agora não tem mais um cinturão pra fazer um chazinho. Rafael dos Anjos, o único que ainda tinha cinturão, foi derrotado na quinta-feira, num dos eventos da Semana UFC.

Sim, para o UFC 200 foi mobilizada uma semana de eventos. O SporTV publicou em seu site as 199 capas dos eventos anteriores, que você vê abaixo. Você lembra de ter acompanhado quantos?

O UFC 200 acontecerá amanhã, e envolverá duas disputas de cinturão: Cinturão Peso Galo Feminino e Cinturão Peso Pena Interino. Jon Jones disputaria o cinturão dos Meio-Pesados contra Daniel Cormier, mas foi pego no doping MAIS UMA VEZ. Em seu lugar lutará… Anderson Silva, um dos maiores lutadores da franquia, e um dos que detém recorde de defesas!

Se liga no poster do UFC 200:

Cormier_vs_Jones_2

(essa foi antes do Jon Jones ser pego…)

Fonte

E aí, será que o Brasil recupera alguns desses cinturões? Comenta aí!

Seja mais um Geraldo da Arena! Receba as nossas novidades direto do seu e-mail!