Análise do Returno do Brasileirão 2018

Finalizado o primeiro turno, chegou a hora de analisar como os times se preparam para os próximos 19 jogos.

O campeonato acaba apenas em dezembro, e não tem nada definido ainda… Será?

Nesse post reunimos uma análise do que esperar de cada uma das 20 equipes da Série A de 2018:

Quem tem chances de levantar o troféu?

Quem vai disputar Libertadores e/ou SULA em 2019?

Quem vai sofrer pra permanecer na elite?

A análise leva em conta a força do elenco, o treinador, a posição no turno e nas outras competições que o time disputa ainda no ano (Copa do Brasil, Libertadores e Sulamericana).

Não queremos dar de adivinhos ou querer ditar regras. É apenas uma análise do que está acontecendo projetando o final, em dezembro. Mas você está mais do que convidado a deixar seu comentário. Vamos lá?

Pelo Título

Candidatos ao título

Análise do Returno do Brasileirão 2018
São Paulo
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Internacional
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Flamengo
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Grêmio
O time a ser batido. Vai encarar?

O Flamengo liderou por várias rodadas o campeonato, mas viu um consistente São Paulo encostar e assumir a ponta.

Aguirre está mostrando um excelente trabalho com bons jogadores que, no início do ano, não era um time. Se continuar com esse foco, é realmente o time a ser batido.

Não podemos descartar o rubro-negro ainda. Barbieri pode ser um treinador novo, mas vem mostrando personalidade.

O elenco do Flamengo também não é menos talentoso do que nenhum dos outros concorrentes. Porém o fato de ainda estar na Copa do Brasil e na Libertadores pode deixar o Flamengo com o foco dividido, coisa que o São Paulo não precisa mais se preocupar, já que lhe resta apenas o Brasileirão.

Quem também tem vantagem por disputar apenas um torneio é o surpreendente Internacional. Após cair para a Série B, vem com uma ascensão visível não somente na tabela, mas no futebol do Colorado.

Manter a aposta em Odair Hellmann foi uma boa para o time gaúcho e pode colher bons frutos.

Fechando essa galera vem talvez o melhor time do país. O Grêmio vem mal das pernas na Libertadores, e foi eliminado na Copa do Brasil.

Renato Gaúcho já provou em vários momentos do que é capaz. Com o foco no Brasileirão, o Grêmio um sério favorito.

Pela Liberta / SULA

Disputam vaga em competições internacionais

Análise do Returno do Brasileirão 2018
Atlético-MG
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Palmeiras
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Cruzeiro
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Corinthians
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Fluminense
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Botafogo
Análise do Returno do Brasileirão 2018
América-MG
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Bahia
Menino Pedro pode fazer a diferença a favor do Fluzão

Não que os times aqui colocados não tenham mais chances de título, mas pelo que vem atuando e pelo que ainda lhe restam fora do Brasileirão, são colocados nessa faixa.

O Galo não tem outra competição paralela, mas o desempenho dos comandados de Thiago Larghi não dá a impressão de que possa bater de frente com o grupo de cima.

Já o Palmeiras está na Libertadores e na Copa do Brasil. A chance de levar qualquer uma dessas taças existe – principalmente sob o comando do Felipão.

Inclusive o Brasileirão, pelo elenco que tem. O problema é que o estilo copeiro de Scolari pode pender para as competições mata-mata.

O Cruzeiro tem a mesma análise do Palmeiras. A diferença é que Mano Menezes não é tão copeiro, mas o elenco azul é igualmente qualificado.

Aliás, Palmeiras e Cruzeiro se enfrentam na semifinal da Copa do Brasil, o que poderá dar mais foco no mata-mata ao derrotado – o bom da Copa do Brasil é que termina bem antes da reta final do Brasileirão, o que pode ajudar.

O Corinthians nunca pode ser deixado de lado, mas com o desmonte da equipe no pós-copa, com a inexperiência de Osmar Loss, e estando em Copa do Brasil e Libertadores, Será mais um desafio ao bando de loucos não disputar apenas vaga para a Libertadores em 2019.

Fluminense, Bahia e Botafogo estão nas oitavas da Sulamericana, campeonato esse que termina após o Brasileirão. Provavelmente um deles apenas chegará mais longe na competição sulamericana.

Destaque para o Flu de Marcelo Oliveira, que conta com a sensação Pedro sendo decisivo.

O Botafogo tenta se remontar após péssima passagem de Paquetá no comando. Cabe ao Zé Ricardo resgatar a estrela solitária.

Bahia e o América-MG ainda não podem se dizer livres da briga pelo descenso, mas mostram um futebol de qualidade que pode ser o suficiente para a permanência, e até para beliscar uma Sulamericana.

O Bahia ainda está na disputa da SULA desse ano, e foi recentemente eliminado da Copa do Brasil, caindo atirando contra o Palmeiras.

Fugir da Série B

Brigam para não cair

Análise do Returno do Brasileirão 2018
Sport
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Vasco
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Vitória
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Santos
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Chapecoense
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Ceará
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Atlético-PR
Análise do Returno do Brasileirão 2018
Paraná
Joia envolto no meio da tranqueira. Assim é Rodrygo no Santos de 2018.

O mesmo que falamos acima, repetimos aqui. Alguns desses times podem beliscar uma Sulamericana ou (mais difícil) uma Libertadores, mas pelo que vem apresentando, precisam ter atenção inicialmente ao Z4.

O Sport bateu nas primeiras rodadas lá no G4, mas decaiu forte. Pode ainda conseguir uma Sulamericana, mas a Série B não pode ser ignorada – principalmente pelo fato do clube não gostar de competições paralelas. Né, Ferroviário?

Com um ano conturbado de idas e vindas, mandos e desmandos, o Vasco ainda não está desesperado, mas o sinal amarelo está ligado.

Sem treinador no momento, O Gigante da Colina tem um elenco OK, com um Pikachu nível seleção, mas não parece passar disso.

O Vitória, assim como o Ceará, tentam se manter na Série A com o elenco que tem. O rubronegro baiano aposta novamente em PC Carpegiani, enquanto o Vozão vai novamente com o Lisca Doido.

A sobrevida na Série A 2019 é o único objetivo deles.

Santos e Chapecoense vivem o drama da possibilidade de serem rebaixados pela primeira vez em suas histórias. O Santos prometia brigar pelo topo, mas decaiu muito.

A vitória no jogo de volta em cima do Cruzeiro na Copa do Brasil pode dar ânimo aos comandados de Cuca para o resto da temporada.

Já a Chape trocou o comando para tentar não sofrer com o risco de queda. Ainda não é um drama, assim como o do Peixe, mas é preciso abrir o olho, pois os “grandes” podem reagir.

É muito difícil não achar que pelo menos um paranaense vai cair para a Série B. O Paraná parece ser o candidato forte pelo futebol que apresenta, já que o Atlético-PR parece esboçar uma reação.

O fato de ainda estar na SULA – depois de açoitar o poderoso Peñarol do Uruguai – pode atrapalhar, mas o time parece ter encontrado o seu bom futebol. Só o tempo (e mais 19 rodadas) dirá.

E aí? Concorda, discorda, muito pelo contrário? Deixa aí nos comentários sua opinião!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *