Arena Análise

Copa do Nordeste – Fase de Grupos (Grupo A)

Um dos maiores campeonatos regionais do mundo. Sim, é assim que estão chamando a Copa do Nordeste, ou como carinhosamente é conhecida na região, a Lampions League, comparando com a competição de clubes europeia.

Com o resgate da competição pela Liga Nordeste, o aval praticamente forçado da CBF e a transmissão do Esporte Interativo, o campeonato se tornou atrativo e rentável, e vai para mais uma edição em 2018.

Já tivemos a fase preliminar, que classifica 4 clubes para se juntarem aos 12 classificados para a Fase de Grupos. E são esses clubes que apresentaremos a partir de hoje na nossa Análise. 

Lembrando que esse é um apanhado geral do que se pode esperar dos 16 clubes no torneio, que dá ao campeão uma quantia boa em dinheiro e uma vaga direta nas Oitavas-de-final da Copa do Brasil 2019.

A parte do prognóstico é um apanhado nosso com a situação do time no início da Fase de Grupos. Sabemos que, em outros carnavais andamos errando a mão – apesar de, pra gente, o erro foi que a análise foi do ano errado.

Pois bem. Como novidade nesse ano, temos a transmissão dos jogos da Lampions pelo SBT Nordeste. Então fiquemos ligados nessa competição!

Comecemos nossa análise pelo Grupo A:

Grupo A

O grupo tem, coincidentemente, todos os times querendo reafirmação – seja por um tropeço em rebaixamento, seja por um acesso na trave. No entanto, não tem como dizer que o Santa se deu mal no sorteio…

Santa Cruz-PE

Melhor participação: Campeão (2016)
Última participação: 3º lugar (2017)
RAC 2018: 7º lugar

O Santinha conseguiu a vaga direta após o desentendimento do Sport com a Liga. Ele conseguiu a vaga na primeira fase, mas com a burrada do Leão da Ilha do Retiro (sério, só o Sport tem calendário apertado no futebol brasileiro?) o tricolor foi direto para a fase de grupos.

Com um 2017 para esquecer, tenta se reerguer após um rebaixamento para a Série C e uma eleição no clube.
Assim como nos bastidores, o Coral vê 2018 como um recomeço dentro de campo, e a retomada aos bons momentos passa pela Lampions (onde vem se saindo bem nos últimos anos).

Uma inovação bacana da diretoria nesse final/início de temporada foi a divulgação de reforços via redes sociais na calada da noite, o famoso “Corujão Coral”, que virou febre entre os tricolores e ódio entre a “imprensa dorme-cedo”.

Fazendo o simples, o Santa vem se reforçando com jogadores da base e contratações pontuais e, mesmo com o não-atrativo aparente, vem conseguindo atrair bons jogadores. Inclusive o ídolo Grafite decidiu ficar mais um ano.

Entre esses novos rostos, o próprio treinador, Junion Rocha, vindo da Luverdense, também chega para ajudar a renovação Coral:

O principal desafio é, em um curto espaço de tempo, fazer a equipe ter um padrão. Estamos atrás de um perfil de entrega, de dedicação. Isso não faltará. Meu desafio é dar consistência em todas as fases, principalmente na parte ofensiva

Mesmo com vários campeonatos a disputar, o objetivo do Santa é voltar a Série B, e a Lampions pode ser um bom aquecimento.

Prognóstico AG: Chega as quartas-de-final

CRB-AL

Melhor participação: Vice-Campeão (1996)
Última participação: 10º lugar (2017)
RAC 2018: 21º lugar

O clube teve um 2017 regular. Venceu o estadual, e chegou a brigar pelo acesso a Série A, mas acabou ameaçado de rebaixamento para a Série C.

Para 2018, os Argonautas querem mais. E lançaram mão de pacotões de jogadores – quase metade do elenco é de reforços.

A direção do Galo tem otimismo com a temporada, mas o treinador Mazola Júnior sabe que o tempo é curto para entrosar o time:

Em menos de 15 dias, nós já teremos um jogo oficial e isso exige muita dedicação de todos nós. Será uma pré-temporada curta, mas com muita intensidade e voltada para fazer um grande ano

Com uma pré-temporada reduzida (praticamente acontecendo apenas agora em janeiro) o CRB é um dos times menos prontos para o início da Lampions. Isso efetivamente não quer dizer muita coisa, mas vai ter que ralar mais se quiser continuar na competição.

Prognóstico AG: Luta pelas quartas-de-final, mas corre por fora

Confiança-SE

Melhor participação: 9º lugar (2013)
Última participação: 18º lugar (2016)
RAC 2018: 47º lugar

O Dragão sergipano em 2017 bateu novamente na trave na hora do acesso a Série B. Apesar disso, o ano foi positivo, com o título estadual – que no momento que esse post saiu, já teve seu início.

Para 2018, a diretoria quer mais. Por isso, o Confiança conseguiu manter a base de 2017, como o atacante Frontini, o artilheiro da década no futebol brasileiro, e fez algumas contratações.

O treinador Ailton Silva, apesar do sucesso no final do ano, chegou quando o Confiança perigava cair para a Série C. Nesse ano ele quer ter um caminho menos tortuoso, e sabe que o desafio é grande:

Trabalhamos forte até agora. Introduzimos o que queríamos em questão técnica e tática e queremos ver isso em campo. Fica a expectativa de como vai ser o primeiro jogo, mas é muito cedo ainda. Demora um pouquinho para que as peças se encaixem. O ritmo e o entrosamento só vêm lá para terceira ou quarta partida

O time promete lutar para estar nas quartas-de-final, e um grupo mais equilibrado (o que não significa efetivamente mais forte) ajudará muito o time proletário.

Prognóstico AG: Luta pelas quartas-de-final

Treze-PB

Melhor participação: 4º lugar (2010)
Última participação: 14º lugar (2014)
RAC 2018: 95º lugar

O Treze precisou passar pela fase preliminar antes de ingressar no grupo A da Lampions. Como o playoff decisivo só acontecia em 2018 mesmo, dias antes do início da fase de grupos, o Galo de Campina Grande teve de antecipar seus trabalhos.

A temporada iniciou precocemente não só pela Lampions: o estadual paraibano também já começou.  No mercado da bola, o destaque – obviamente – é o reforço de Marcelinho Paraíba – apresentado durante intervalo de um amistoso de pré-temporada. Só que um problema com a Portuguesa – seu último clube – pode atrasar sua estreia.

O treinador Oliveira Canindé está preocupado com esse calendário apertado, e pede a compreensão da Federação Paraibana:

Quando eu estava no Campinense e a gente conquistou a Copa do Nordeste, eu fui extremamente grato à Federação Paraibana de Futebol por ter permitido que a gente adequasse a tabela do estadual aos nossos jogos pela Copa do Nordeste. Naquela oportunidade a gente representava as cores da Paraíba e foi muito importante aquele apoio. Se isso acontecesse agora novamente, pode ter certeza que nós iríamos agradecer demais

Com um calendário tão puxado assim e com tantos jogos próximos, e logo no inicio da temporada, superação vira mantra no Galo. Por exemplo, a Federação não conseguiu desmarcar o jogo do Treze que está entre a classificação da fase preliminar e o primeiro jogo na fase de grupo.

Infelizmente, alguma coisa ele terá que priorizar e, mesmo com a vontade do treinador e dos jogadores, não parece ser a Lampions.

Prognóstico AG: cumpre tabela

Amanhã faremos um apanhado do Grupo B da Lampions! Comente o que achou da análise e até amanhã!

Seja mais um Geraldo da Arena! Receba as nossas novidades direto do seu e-mail!