Arena Análise

Copa do Nordeste – Fase de Grupos (Grupo D)

Finalizando nossa Análise sobre os Grupos da Copa do Nordeste, vamos analisar um grupo que já começou na terça: o Ceará venceu o Salgueiro fora de casa, inaugurando o Grupo D.

Antes de continuar, caso não tenha visto, aqui você pode conferir as análises dos Grupos A, B e C.

Vamos então ver como os times do Grupo D estão:

Grupo D

Se existe um grupo da morte, esse grupo é o D. Temos um campeão do nordeste recém “subido” para a Série A, clubes tradicionais que voltam a Série B e um pernambucano que gosta de aprontar:

Ceará-CE

Melhor campanha: Campeão (2015)
Última Participação: 5º lugar (2016)
RAC 2018: 15ª lugar

O ano de 2017 não poderia ter sido melhor para o alvinegro. Exceto por não ter disputado a Copa do Nordeste, foi campeão estadual e conseguiu acesso a Série A de 2018.

Apesar disso, o Vozão começa o ano com elenco inchado: fez 14 contratações do fim da Série B até o momento, e vendeu/emprestou mais alguns.

Em destaque, podemos citar os meias Reina(ex-Deportivo Pasto-COL), Felipe Azevedo (ex-Chiangrai United-TAI) e Andrigo (ex-Atlético-GO), mas uma certa “base” do time do acesso foi mantida, como Richarson, Ricardinho e Pedro Ken.

Um elenco de 34 jogadores, no entanto, não parece absurdo frente a quantidade de torneios a disputar: Campeonato Estadual, Copa do Brasil, Copa do Nordeste, Série A…

O treinador Marcelo Chamusca sabe bem o caminho que o alvinegro vai precisar percorrer:

Nós temos um calendário com três competições inicialmente. Teremos muitos jogos durante várias semanas em sequência. É importante que a gente tenha um número bom de jogadores para que a gente possa ter uma alternância no grupo.[…] O maior trabalho agora é inserir esses novos jogadores na metodologia de treinamento e modelo de jogo. Precisamos fazer bons jogos para continuar com os bons resultados

Com um elenco renovado, o time deve demorar a encaixar, o que pode ser crucial no início da temporada, já que seus principais rivais na Lampions mantiveram a base.

Prognóstico AG: Briga por vaga nas quartas-de-final

Sampaio Correa-MA


Melhor campanha: 9º lugar (2016)
Última Participação: 16º lugar (2017)
RAC 2018: 39ª lugar

O Bolivão vem para 2018 com a motivação de ter retornado para a Série B. O clube tenta nesse ano ter uma sorte melhor que em 2017 na Lampions, quando ficou na primeira fase.

No mercado da bola, uma baixa significativa foi a do jogador Pimentinha, que foi para a Luverdense. Outra foi a que nem chegou a acontecer: o atacante Felipe Alves iria para a Bolívia, mas uma proposta do Japão o fez mudar de ideia.

Mesmo assim, o time maranhense manteve a base e também se reforçou para a temporada. Uma das principais contratações foi a do volante Yuri (ex-CRB).

O treinador Diá está otimista para a temporada:

Estamos tendo algumas dificuldades porque temos jogadores que ainda estão se recuperando de lesão. Mas o departamento médico está trabalhando bem e devemos ter um time forte para este jogo, e, principalmente, na estreia da Copa do Nordeste

O time vem numa crescente, mas deu azar no sorteio pegando um grupo cascudo. Vai ter que brigar pela segunda vaga do grupo…

Prognóstico AG: Até briga pelas quartas-de-final, mas cumpre tabela

Salgueiro-PE

Melhor campanha: 6º lugar (2015, 2016)
Última Participação: 6º lugar (2016)
RAC 2018: 49ª lugar

Vice-campeão pernambucano em 2017, o Salgueiro tenta retornar aos tempos bons em competiçoões nacionais, quando figurou na Série B. No entanto, continua sendo aquela pedra no sapato dos grandes de Pernambuco, e pode complicar a vida dos outros times de seu grupo.

A diretoria do Carcará do Sertão enxugou o elenco e também renovou bastante: 12 atletas foram contratados, dentre eles o atacante Fabiano Menezes, criado na base do Botafogo.

A desconfiança ainda reina. As pessoas (torcedores) estavam acostumadas com outra situação. […] Estamos passando o que a gente entende do jogo e eles (jogadores) vêm correspondendo, se esforçando. A gente vê uma evolução muito grande.

Com um elenco renovado e com grandes competições a disputar, o Salgueiro tem força pra brigar por uma segunda vaga no grupo, mas corre por fora.

Prognóstico AG: cumpre tabela

CSA-AL

Melhor campanha: 3º lugar (2010)
Última Participação: 15º lugar (2017)
RAC 2018: 23ª lugar

De um rebaixamento estadual amargo em 2009 a Série B – com título nacional na Série C – 8 anos depois. Essa foi a ascenção do CSA de Alagoas na última década.

Tentando manter a boa fase, o azulão manteve a base vitoriosa do ano passado, almejando a permanência na Série B, um sucesso melhor na Lampions e – principalmente – voltar a ser campeão estadual.

No mercado da bola, apostou em atletas da base, mas também trouxe 11 novos jogadores para compor elenco nessa temporada recheada de competições.

A grande preocupação do treinador Flávio Araújo na pré-temporada é a condição física dos atletas para que todos cheguem bem para o início da temporada:

A situação tem que ser considerada na pré-temporada e a maioria vai ter que ser mudada durante o jogo. Todos os jogadores ainda não têm condição de jogarem 90 minutos. Tem uns que têm maior condição, mas nenhum deles para 90 minutos. Então, por causa disso, o número de mudanças vai ser grande, mas jogadores com potencial [físico] na frente dos outros […] tem maior perspectiva de passar maior tempo em campo.

Dos times do grupo, o CSA é o que vem mais “pronto” para a temporada – o que não quer dizer muita coisa, mas estar um passo à frente dos rivais não deixa de ser uma vantagem.

Se mantiver o bom desempenho de 2017, é um dos favoritos.

Prognóstico AG: Chega as semifinais

E aí? Quem vai ser o campeão da Lampions 2018? Comenta aí!

Seja mais um Geraldo da Arena! Receba as nossas novidades direto do seu e-mail!