Esportes que deveriam estar em Tóquio: Corrida de Cadeiras de Escritório

Hoje, na nossa séria série de esportes que poderiam estar nas Olimpíadas do ano que vem, um esporte que, se você é do mundo do escritório, com certeza já disputou: a Corrida de Cadeiras de Escritório!

Tecnicamente é difícil afirmar a origem do “esporte”, já que a instituição cadeira de escritório é global, mas a Corrida de Cadeiras de Escritório deixou de ser uma simples zueira de colegas de trabalho há algum tempo.

A corrida, ao contrário do estilo “empresarial”, ocorre com os participantes “correndo de costas”, talvez para o tombo ser menos feio.

Obviamente, pedaços de cadeiras ficam espalhados pela posta, já que elas não foram feitas para esse fim.

Aqui no BR…

O Distrito Federal já foi palco de um evento grande com essa corrida.

A corrida foi restrita a maiores de idade, e equipamentos de proteção são obrigatórios (capacete, joelheira, cotoveleira).

RECOMENDA-SE evitar mais de uma pessoa na mesma cadeira. Está proibido o uso de cadeiras de escitório motorizadas – aliás, onde tem pra vender? Já quero uma!

Só que ninguém falou se SOFÁ. Sim, alunos da UNB adaptaram UM SOFÁ na época para a competição.

Recentemente, alguns jornalistas da ESPN se aventuraram rapidamente na “modalidade”.

…e no Japão!

O palco olímpico já recebe uma MARATONA de cadeira de rodinhas já há alguns anos!

A distância não é de 42195m. Os “apenas” 200m são percorridos num período de 2h, pois existem times de três participantes cada na disputa.

A “tradição” japonesa começou em 2009, em Kyoto, e se espalhou pelo país nipônico.

O organizador do evento do ISU-1 Grand Prix em Hanyu, Tsuyoshi Tahara, explica como surgiu a competição:

“Eu tive a ideia de fazer essa corrida quando vi uma corrida de resistência de triciclos […] E então eu criei uma corrida que poderia ser na rua mesmo, três pessoas por time numa corrida de resistência por duas horas.”

Fonte e Fonte

Qual esporte você gostaria de ver por aqui? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *