Fórmula 1 2022: Equipes, pilotos, calendário

Depois de uma pausa relativamente curta (a última corrida foi no começo de dezembro de 2021), a Fórmula 1 volta para a temporada 2022.

Após a emocionante decisão do ano passado, em que Max Verstappen venceu Lewis Hamilton literalmente nas últimas curvas da última corrida, o circo da velocidade volta com novidades.

Nesse post, além do que mudou no regulamento, vamos ver quais são os pilotos e as corridas (previstas) na temporada 2022.

Novo regulamento

Apresentação, ainda em 2021, do “novo modelo” do carro seguindo as mudanças no regulamento.

O carro para essa temporada terá uma asa dianteira maior, com integração com as laterais. A asa traseira foi totalmente remodelada.

Os pneus serão maiores (indo para 18 polegadas), contando com calotas.

Essas mudanças, junto com a volta do efeito-solo (a maior parte da pressão aerodinâmica no carro é gerada pelo assoalho) pode, teoricamente, deixar os carros mais próximos e, em média, 0s5 mais lentos.

Os pilotos

Não houveram muitas mudanças na “dança das cadeiras” da categoria.

Kimi Haikonnen se aposentou da categoria, e Giovinazzi foi demitido, o que fez a Alfa Romeo ter dois novos pilotos: o vice-campeão da F2 Guanyu Zhou, e o ex-companheiro de Hamilton, Valtteri Bottas.

Inclusive, o heptacampeão recebe o ex-Williams Russel como novo companheiro de equipe na Mercedes.

Para substituir Russell na escuderia inglesa, a Williams chamou o anglo-tailandês Albon de volta ao grid.

E seria apenas isso. SE a Invasão russa na Ucrânia não agitasse a equipe Haas.

Mazepin sempre foi criticado pelo seu desempenho nas corridas e por polêmicas fora dele. Em virtude das sanções russas por conta da invasão a Ucrânia, ele teve o contrato rescindido.

Em virtude do conflito entre Russia e Ucrânia, o patrocinador principal foi removido da parceria.

Com isso também foi desfeita a parte russa da sociedade.

Isso fez com que o russo Nikita Mazepin, criticadíssimo na temporada passada, fosse preterido.

Depois de muita especulação, Kevin Magnussen foi o escolhido para substituir o russo.

Confira como alinha o grid da Fórmula 1 em 2022:

Alfa Romeo F1 Team Orlen

24 🇨🇳 Guanyu Zhou
77 🇫🇮 Valtteri Bottas

Scuderia AlphaTauri

10 🇫🇷 Pierre Gasly
22 🇯🇵 Yuki Tsunoda

BWT Alpine F1 Team

Pintura para as três primeiras corridas, para celebrar a parceria com a BWT
Pintura para o resto da temporada 2022

14 🇪🇸 Fernando Alonso
31 🇫🇷 Esteban Ocon

Aston Martin Aramco Cognizant F1 Team

5 🇩🇪 Sebastian Vettel
18 🇨🇦 Lance Stroll

Scuderia Ferrari

16 🇲🇨 Charles Leclerc
55 🇪🇸 Carlos Sainz Jr.

Haas F1 Team

47 🇩🇪 Mick Schumacher
20 🇩🇰 Kevin Magnussen

McLaren F1 Team

3 🇦🇺 Daniel Ricciardo
4 🇬🇧 Lando Norris

Mercedes-AMG Petronas F1 Team

44 🇬🇧 Lewis Hamilton
63 🇬🇧 George Russell

Oracle Red Bull Racing

1 🇳🇱 Max Verstappen
11 🇲🇽 Sergio Pérez

Williams Racing

6 🇨🇦 Nicholas Latifi
23 🇹🇭 Alexander Albon

Tabela

A temporada de 2021 da Fórmula 1 terá 23 etapas (ou 22, se o GP da Rússia não for substituído).

Etapas que haviam sido substituídas ou canceladas em 2021 por conta da pandemia de COVID19 estão de volta, como Japão, Cingapura, Canadá e Austrália.

A Arábia Saudita, que foi uma das últimas etapas do ano passado, passa para a segunda etapa neste ano.

O destaque vai para a estreia do circuito de Miami (EUA).

As corridas sprint foram confirmadas para a 4ª (Emilia Romagna), 11ª (Áustria) e a 22ª (Brasil).

Interlagos vai receber novamente uma corrida Sprint. A de 2021 foi uma das mais emocionantes da temporada.

A corrida em Interlagos vai acontecer entre os dias 11 e 13 de novembro.

Confira o calendário completo (que pode sofrer alterações após a postagem):

Calendário

1ª: 18 a 20 de março – GP do Bahrein (Sakhir)
2ª: 25 a 27 de março – GP da Arábia Saudita (Jeddah)
3ª: 08 a 10 de abril – GP da Austrália (Melbourne)
4ª: 22 a 24 de abril – GP da Emilia Romagna (Imola)**
5ª: 06 a 08 de maio – GP dos EUA (Miami)
6ª: 20 a 22 de maio – GP da Espanha (Barcelona)
7ª: 27 a 29 de maio – GP de Mônaco (Monte Carlo)
8ª: 10 a 12 de junho – GP do Azerbaijão (Baku)
9ª: 17 a 19 de junho – GP do Canadá (Montreal)
10ª: 01 a 03 de julho – GP da Inglaterra (Silverstone)
11ª: 08 a 10 de julho – GP da Áustria (Red Bull Ring)**
12ª: 22 a 24 de julho – GP do França (Paul Ricard)
13ª: 29 a 31 de julho – GP da Hungria (Hungaroring)
14ª: 26 a 28 de agosto – GP da Bélgica (Spa-Francorchamps)
15ª: 02 a 04 de setembro – GP da Holanda (Zandvoort)
16ª: 09 a 11 de setembro – GP da Itália (Monza)
17ª: 23 a 25 de setembro – GP da Rússia (Sochi)*
18ª: 30 de setembro a 02 de outubro – GP da Cingapura (Marina Bay)
19ª: 07 a 09 de outubro – GP da Japão (Suzuka)
20ª: 21 a 23 de outubro – GP dos EUA (Austin)
21ª: 28 a 30 de outubro – GP do México (Cidade do México)
22ª: 11 a 13 de novembro – GP do Brasil (Interlagos)**
23ª: 18 a 20 de novembro – GP de Abu Dhabi (Yas Marina)

* Etapa cancelada em virtude da invasão russa na Ucrânia. Porém, no momento em que esse post foi publicado, ainda não havia definição se haverá corrida substituta.
** Etapas que contarão com corrida sprint (a classificação do sábado é substituida por uma corrida curta)


A temporada 2022 da Fórmula 1 promete muita emoção. Com um novo regulamento, vamos ter novamente RBR x Mercedes ou uma nova equipe pode entrar na briga?

Comenta aí!