Vai começar a Fórmula 1 2019!

Vai começar a temporada 2019 da Fórmula 1. Mesmo sem brasileiros, a categoria tenta manter-se atraente para o nosso publico (e para o publico em geral).

A Liberty Media, que comanda a categoria mor do automobilismo, teve bons frutos com publicidade em 2018, e pretende expandir ainda mais nos próximos anos.

Em 2019 temos a expectativa de que Hamilton se aproxime ainda mais do recorde de títulos de Schumacher – que até pouco tempo atrás era tido como impossível.

Será que algum piloto conseguirá desbancar Hamilton e a Mercedes? A saber.

Os pilotos

Confira como as equipes da F1 iniciam a temporada:

Alfa Romeo Racing

Motor: Ferrari

Pilotos:
7 – Finlândia – Kimi Räikkönen
99 – Itália – Antonio Giovinazzi

Scuderia Ferrari

Motor: Ferrari

Pilotos:
5 – Alemanha – Sebastian Vettel
16 – Mônaco – Charles Leclerc

Rich Energy Haas F1 Team

Motor: Ferrari

Pilotos:
8 – França – Romain Grosjean
20 – Dinamarca – Kevin Magnussen

McLaren F1 Team

Motor: Renault

Pilotos:
4 – Reino Unido – Lando Norris
55 – Espanha – Carlos Sainz Jr.

Mercedes-AMG Petronas Motorsport

Motor: Mercedes

Pilotos:
44 – Reino Unido – Lewis Hamilton
77 – Finlândia – Valtteri Bottas

SportPesa Racing Point F1 Team

Motor: Mercedes

Pilotos:
11 – México – Sergio Pérez
18 – Canadá – Lance Stroll

Aston Martin Red Bull Racing

Motor: Honda

Pilotos:
10 – França – Pierre Gasly
33 – Holanda – Max Verstappen

Renault F1 Team

Motor: Renault

Pilotos:
3 – Austrália – Daniel Ricciardo
27 – Alemanha – Nico Hülkenberg

Red Bull Toro Rosso Honda

Motor: Honda

Pilotos
23 – Tailândia – Alexander Albon
26 – Rússia – Daniil Kvyat

ROKiT Williams Racing

Motor: Mercedes

Pilotos:
63 – Reino Unido – George Russell
88 – Polônia – Robert Kubica

Calendário

Teremos 20 etapas – entre elas a de nº 1000 da história da F1 – entre março e dezembro. Confira:

Grande PrêmioCircuitoData
1Grande Prêmio da AustráliaAustrália Circuito de Albert ParkMelbourne17 de março
2Grande Prêmio do BahreinBahrein Circuito Internacional do BahreinSakhir31 de março
3Grande Prêmio da ChinaChina Circuito Internacional de XangaiXangai14 de abril
4Grande Prêmio do AzerbaijãoAzerbaijão Circuito Urbano de BakuBaku28 de abril
5Grande Prêmio da EspanhaEspanha Circuito de Barcelona-CatalunhaMontmeló12 de maio
6Grande Prêmio de MônacoMónaco Circuito de MônacoMonte Carlo26 de maio
7Grande Prêmio do CanadáCanadá Circuito Gilles VilleneuveMontreal9 de junho
8Grande Prêmio da FrançaFrança Circuito de Paul RicardLe Castellet23 de junho
9Grande Prêmio da ÁustriaÁustria Red Bull RingSpielberg30 de junho
10Grande Prêmio da Grã-BretanhaReino Unido Circuito de SilverstoneSilverstone14 de julho
11Grande Prêmio da AlemanhaAlemanha HockenheimringHockenheim28 de julho
12Grande Prêmio da HungriaHungria HungaroringMogyoród4 de agosto
13Grande Prêmio da BélgicaBélgica Circuito de Spa-FrancorchampsStavelot1 de setembro
14Grande Prêmio da ItáliaItália Autódromo Nacional de MonzaMonza8 de setembro
15Grande Prêmio de SingapuraSingapura Circuito Urbano de Marina BayBaía da Marina22 de setembro
16Grande Prêmio da RússiaRússia Autódromo de SóchiSóchi29 de setembro
17Grande Prêmio do JapãoJapão Circuito de SuzukaSuzuka13 de outubro
18Grande Prêmio do MéxicoMéxico Autódromo Hermanos RodríguezCidade do México27 de outubro
19Grande Prêmio dos Estados UnidosEstados Unidos Circuito das AméricasAustin3 de novembro
20Grande Prêmio do BrasilBrasil Autódromo de InterlagosSão Paulo17 de novembro
21Grande Prêmio de Abu DhabiEmirados Árabes Unidos Circuito de Yas MarinaAbu Dhabi1 de dezembro

Novidades

1º – A RBR encerrou sua parceria de doze anos com a Renault, passando agora a usar motores Honda. A STR (2ª divisão da RBR) já contava com motores Honda desde o ano passado.

2º – A Force India deixou de existir oficialmente. Depois da treta do ano passado com dívidas exorbitantes que fizeram a equipe ser vendida, agora a Racing Point Force India F1 Team tira a referência do antigo nome.

A equipe, criada por empresários indianos, mas estabelecida no Reino Unido, estava no grid da Fórmula 1 desde a temporada de 2008.

3º – Ao contrário da ex-equipe indiana, a Sauber só ocultou uma parte de seu nome: agora é chamada Alfa Romeo Racing, por questões de partocínio, mas sem alterações na diretoria.

O nome “Sauber” esteve presente no grid da Fórmula 1 desde a temporada de 1993.

Neste ano teremos o GP de nº 1000 da história da Fórmula 1 – a contagem regressiva já pintava nas corridas desde o início do ano passado.

Apesar de muita especulação, foi confirmada que a 1000ª corrida da F1 será mesmo o GP da China, em Xangai, no dia 14 de abril.

E o Brasil?

O Brasil mais uma vez não terá pilotos correndo na temporada, mas se serve de consolo, teremos dois piltos de testes: Pietro Fittipaldi pela Haas e Sérgio Sette Câmara pela McLaren.

Pietro – além do sobrenome vitorioso – traz na bagagem boas atuações no automobilismo norte-americano, enquanto Sette Câmara (que já foi piloto de testes da STR em 2016) traz campanhas de destaque na Fórmula 2.

Falando em pilotos de teste, há de se destacar o fato de termos uma mulher como piloto de testes oficial de uma equipe nessa temporada: a colombiana Tatiana Calderón estará na temporada 2019 na Alfa Romeo (antiga Sauber).

Cartola da F1?

A F1, continuando a tentar ficar mais popular entre o público, criou seu próprio Fantasy Game (estilo Cartola FC).

Acessando http://fantasy.formula1.com/ você pode criar seu “time” com 5 pilotos. Você tem 100$ pra montar sua equipe.

Você pontua de acordo com a posição desses pilotos nas corridas. Assim como o Cartola e seu Capitão, você pode escolher um piloto para pontuar dobrado.

Ele precisa custar, no entanto, menos de 19$.

Convido você a participar da Liga Arena Geral por lá. Basta acessar o link acima, criar seu time e usar o código 5c13b6e3f7 para entrar na nossa liga (ou acesse através desse link)!

 

E aí, será que o Hamilton leva essa ou tem algum piloto que pode surpreender? Comenta aí!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *