Esportes que deveriam estar em Tóquio: Corrida de Queijo

 

Os esportes olímpicos são escolhidos, dentre outras coisas, pelo seu alcance mundial.

E uma corrida em particular ganhou alcance mundial, mesmo não sendo disputado no mundo todo.

Estamos falando de uma corrida perigosa que facilmente poderia ser emulada nas ladeiras japonesas: a Corrida de Queijo de Cooper’s Hill!

Ao vencedor, o queijo – e muitos machucados.

A Cooper’s Hill Cheese Rolling and Wake ocorre anualmente em maio em Cooper’s Hill, um morro perto de Cheltenham e Gloucester, na região de Cotswolds, na Inglaterra.

A corrida é tradicionalmente criada para a população de Brockworth, um vilarejo local, mas acabou ganhando a atenção do mundo todo.

Não se sabe com precisão como surgiu essa “tradição”. Uns falam que remontam ao tempo da Britânia, ou de um ritual pagão de cura. Cura?

Queijo ladeira abaixo

As pessoas que desejam participar do evento são advertidas que essa pode ser uma atividade perigosa.

Basicamente, do alto da colina onde ocorre o evento, um queijo Gloucester é lançado ladeira abaixo por um convidado.

São sete descidas, cada uma com um queijo diferente, que são fabricados por Diana Smart e seu filho Rod há mais de 25 anos.

São quatro queijos que pesam de 3 kg e outros três exemplares que pesam cerca de 1,5 kg.

O que se segue ao lançamento do queijo é uma multidão de competidores descendo a ladeira para tentar pegar o queijo rolante – ou chegar primeiro na parte baixa da ladeira, o que acontecer primeiro.

O terreno acidentado e – em algumas vezes, molhado – é perfeito para acidentes dos competidores que tentam perseguir o queijo.

O termo é PERSEGUIR, pois em alguns momentos o queijo pode atingir mais de 100km/h durante a descida!

Só que não é só a velocidade do queijo que preocupa.

Durante a descida, os participantes se machucam de verdade na descida.

O recordista da prova, Chris Anderson, já quebrou o tornozelo e machucou os rins ao montar seu recorde de 21 queijos capturados nos últimos 14 anos.

Confira algumas imagens de dor e sofrimento ao tentar pegar uma peça de queijo:

Será que isso funcionaria no Japão? Qual esporte você quer ver aqui? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *