Baseball ganha destaque no Nordeste brasileiro!

O beisebol, que volta ao calendário olímpico em 2020, não é um esporte muito difundido no Brasil – ao contrário dos vizinhos, como na Venezuela, onde praticamente é o esporte nacional.

No entanto, nos rincões do país, muitas iniciativas bacanas tentam mudar essa realidade.

Uma delas vem do Ceará, berço do Beisebol Fortaleza.

Time oriundo do Parque Manibura, zona leste da capital Fortaleza, competem regionalmente pela Liga Nordeste de Beisebol.

A liga está na sua decisão, e a equipe cearense está na final, que será realizada ainda nesse mês de setembro.

A ideia de fundar o time ocorreu 5 anos atrás, e partiu de uma brincadeira entre amigos que frequentavam a Praia de Iracema, cartão-postal da cidade.

Aos poucos, a ideia foi ganhando corpo e ganhando entusiastas.

E, pelo menos, para o jogo decisivo, a equipe ganhou um importante apoio: o Fortaleza, equipe da elite do futebol brasileiro, decidiu apoiar o time de beisebol.

O treinador Benjamin J. Arnold celebra a parceria firmada com o Tricolor do Pici, e almeja que o beisebol tenha a mesma ascensão de outro “esporte gringo”:

“Vejo o beisebol hoje numa situação parecida com a do futebol americano há uns anos. Tem muito espaço para crescer e acredito que agora, com essa parceria, tem tudo para crescer da mesma forma”

Strike 1, bixim!

A Liga do Nordeste está na decisão de sua primeira edição. Em disputa desde fevereiro, o torneio conta com cinco equipes. Além do time cearense, competiram o Recife Mariners-PE, João Pessoa Bravos-PB, UFPE Efos-PE e Natal Solares-RN, adversário do Beisebol Fortaleza na final.

A final será em jogo único em Parnamirim, no Rio Grande do Norte, ainda nesse mês de setembro.

O objetivo da Liga, idealizada por um grupo chamado “Movimento Baseball”, é integrar ainda mais o esporte nacionalmente.

Cada região vai organizando seus campeonatos em ligas menores. A ideia é, no futuro, fazer os campeões locais jogarem entre si para definir o campeão nacional.

Fonte e Fonte.

E aí, tem baseball aí na sua cidade ou nas redondezas? Os clubes de futebol deveriam apoiar mais esse tipo de esporte? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *