Esportes que deveriam estar em Tóquio: Saltos “Barrigais” Ornamentais

Faltando menos de um ano para os Jogos Olímpicos – se o COVID-19 quiser -, seguimos com a nossa série de modalidades esportivas que poderiam muito bem estar em Tóquio em 2021.

Dessa vez vamos a uma forma “alternativa” dos Saltos Ornamentais.

Aquele “acidente” de percurso que você sofreu na frente dos amigos ao mergulhar pode não ser tão vexatório assim.

Você pode concorrer a um título mundial! É a “Barrigada Ornamental”!

A “barrigada” tem um campeonato oficial na Noruega. Em noroeguês, o esporte é chamado Dødsing – traduzindo como “Morrendo”.

Consiste basicamente em um salto de uma plataforma alta (de 10m) que é completado com uma bela barrigada.

O objetivo é impressionar os jurados caindo de barriga na água (e sem se machucar muito, se possível).

A cidade de Oslo, capital da Noruega, tem tradição nessa modalidade, sendo praticado desde a década de 1960.

Surgiu como uma zoeira adolescente. Os rapazes faziam as barrigadas para impressionar as gatinhas e para afrontar os saltadores “reais”, já que os Saltos Ornamentais são rígidos quanto ao “mergulho ideal”.

A modalidade é muito eclética: vão dos musculosos aos gordinhos. Apesar de parecer simples, o esporte requer habilidade do “saltador”.

Para conquistar boas notas, eles fazem manobras no ar até que, no fim de tudo, a barrigada venha.

Desde 2008, a cidade organiza um “Campeonato Mundial”, mas que poderia ser muito bem um campeonato escandinavo, pois apenas os países vizinhos tinham participantes.

Morten Falteng é o competidor mais antigo. Ele e alguns amigos iniciaram no esporte em 1972.

“Naquela época, não pensávamos muito sobre isso, só queríamos nos divertir. Mergulhamos, pulamos, queríamos fazer algo novo […] E havia essas cinco garotas que sempre vinham nos assistir”

Confira um pouco da modalidade. E aconselhamos a não fazer isso na piscina da sua casa.

Fonte e Fonte

Que outros esportes podemos ver nessa séria série? Comenta aí!

Deixe uma resposta