Evolução de Escudos: Coritiba

Continuamos a conhecer os escudos dos grandes clubes do país.

Dessa vez, vamos ver como evoluiu um escudo que recentemente ganhou uma repaginada! Hora do Coritiba!

O clube, fundado em 1909 tem fortes raízes com o estado do Paraná, por isso adotou as cores da bandeira do estado (verde e branco) no seu escudo.

Um fato interessante é que o clube carregou a grafia do nome da cidade mas, em 1919, a cidade teve a grafia modernizada, substituindo o O pelo U, como conhecemos – CUritiba.

O clube então decidiu manter a escrita antiga no seu nome – COritiba.

O primeiro escudo, de 1909, até pouco tempo atrás era “desconhecido”, sendo descoberto por historiadores do clube.

Em 1915, o clube deu uma mudança drástica no escudo, que iniciou uma “evolução” de fato. Primeiro, esse escudo “simplão”.

O escudo mudou no ano seguinte, mas ganhou algumas das características que conhecemos hoje: a figura do globo e a sigla CFC dentro desse globo.

No ano de 1928, o escudo ganhou o desenho que conhecemos, mas… Meio que com as cores trocadas, inclusive do escudo anterior.

A partir de 1969, o Coxa adota os dois “modos” de escudos, verde-branco e o outro… Branco-verde? E isso durou por muitos anos, inclusive, com mudanças pequenas de fonte, tamanho do globo…

O último escudo, antes do provável rebranding, que é o que nós conhecemos, teve uma mudança do tom de verde, mais próximo ao tom da cor da bandeira do Paraná. E, claro, a estrela que lembra o único Brasileirão do Coxa, em 1985.

Dizemos PROVÁVEL rebranding pois, em janeiro, o Coritiba apresentou ao Conselho Deliberativo uma mudança no escudo, sendo a mesmo tempo uma versão modernizada e um mix dos escudos anteriores:

Até o fechamento desse post, o escudo não foi aprovado oficialmente (por isso ele não está na thumb)…

Bem, vamos então verificar a evolução do escudo (até o rebranding ser aprovado ou não):

Que outro clube você quer ver aqui na série? Comenta aí!