Lamartine Babo, o maior compositor de hinos de futebol do Brasil

Ontem, 15 de janeiro, foi comemorado o Dia Mundial do Compositor.

Essa data surgiu no México, por causa da comemoração à fundação da Sociedade de Autores e Compositores do México (SACM), em 1945.

A data se tornou oficial no mundo a partir de 1983.

As pessoas que compõem e escrevem músicas são lembradas nesse dia.

E a Arena Geral lembra nesse dia um dos maiores compositores nacionais, que tem importante presença na história de clubes tradicionais no Brasil: Lamartine Babo!

Lamartine de Azeredo Babo nasceu e morreu no Rio de Janeiro (1904 — 1963), é conhecido como o Rei do Carnaval, pelas marchinhas carnavalescas compostas por ele e cantadas até hoje (como O Teu Cabelo Não Nega, Grau 10, Linda Morena, e A Marchinha do Grande Galo).

Ele também é o autor de ONZE hinos populares de clubes do Rio de Janeiro, sendo que alguns foram adotados como oficiais por alguns deles.

Além dos atuais integrantes cariocas do G12 (Flamengo, Vasco, Botafogo e Fluminense), Babo escreveu os hinos de: América, Bangu, Madureira, Olaria, Bonsucesso, Canto do Rio e São Cristóvão.

Esses eram os times que disputaram o Campeonato Carioca de 1949, e foram feitos com o patrocínio de um programa de rádio da época, que lançou LPs com todos os hinos.

Dizem que Lamartine escreveu os hinos dos “6 grandes” num único dia – incluindo o Bangu e seu time de coração, o América.

Confira todos os hinos de clubes de futebol compostos por Lamartine Babo na playlist abaixo:

Fonte

Esses são os melhores hinos de futebol? Que outros hinos você gosta? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *