“Democracia” nos clubes de futebol?

Democracia sf.
1. governo em que o povo exerce a soberania.
2. sistema político em que os cidadãos elegem os seus dirigentes por meio de eleições periódicas.

Estamos em país com regime político (mesmo que muitos queiram mudar) democrático.

Além das eleições gerais deste ano, alguns clubes também passarão por eleições no final do ano e início do ano que vem.

Ao contrário do nosso país, os clubes não exercem o regime democrático em suas gestões. E por diversos motivos.

Cada um possui seu estatuto próprio que rege as ações de quem dirige o clube. Alguns são mais abertos a escolha dos sócios, outros são mais fechados, sempre abrindo vários atos polêmicos.

Arena Geral: Torcer é o nosso esporte! "Democracia" nos clubes de futebol?
Quem não se recorda da eleição no Vasco?

Um dos destaques positivos de gestão democrática nos clubes é do Bahia. Na última reunião do Conselho Deliberativo do Clube, foi decidido que, na eleição de 2020 e nas assembleias gerais do clube, será possível os sócios votarem online.

Essa estrutura já havia sido implantada recentemente por Grêmio e Inter (outro exemplo de gestão abrindo a possibilidade de associação com preços mais baixos), mas somente para a votação do presidente.

“O Bahia anunciou na noite da última quinta-feira (30) mais um importante capítulo em sua história no que diz respeito à transparência. A partir de agora, os sócios tricolores poderão votar à distância (online) em todas assembleias mensalmente, detalhando todos os nossos gastos. Criamos um Núcleo de Ações Afirmativas, que tem promovido uma série de discussões e atacado temas supostamente controversos no universo do esporte, como preconceitos de toda ordem.”

Guilherme Bellintani, presidente do Bahia.

O Bahia precisou passar por um momento de Terra Arrasada após as últimas gestões do clube.

E conseguiu se reerguer e ter campanhas de destaque nacionalmente.

Vemos escândalos em clubes tradicionais como Vasco e Santos, que tem escolhas eleitorais muito controversas, e que estão se caminhando para processos de impeachment


E aí, você acha que os clubes precisam ser mais democráticos ou “se tudo deu certo até hoje, porque mudar?” Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *