Narrações emblemáticas da história do rádio

Hoje celebramos o Dia Mundial do Rádio.

Como entusiastas do rádio e do podcast, sempre levamos na memória os bons momentos do futebol narrados com a emoção que merecem pelos nossos queridos locutores.

No Brasil, o rádio surgiu no 7 de setembro de 1922, no dia do centenário da independência, mas apenas de forma experimental.

Já a primeira transmissão de futebol foi em de 19 de julho de 1931, pela Rádio Educadora Paulista: partida entre as seleções de São Paulo e do Paraná no Campo da Floresta, em São Paulo.

O que era um simples relato de como foi a partida, virou um fenômeno nos ouvidos dos torcedores.

Nesse post, reunimos alguns momentos emblemáticos do rádio esportivo, com narrações históricas de grandes momentos do futebol.

Brasil x Uruguai – final da Copa do Mundo de 1950

Histórico jogo no Maracanã, em que o Uruguai se sagrou bicampeão mundial sobre o Brasil, calando 120mil pessoas no estádio e um país inteiro.

Um detalhe é que haviam dois narradores (Jorge Curi e Antônio Cordeiro pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro), cada um narrando o ataque de uma equipe.

 

Brasil x Tchecoslováquia – final da Copa do Mundo de 1962

Depois de um momento triste, um de alegria: a decisão da Copa de 1962, no Chile, narrada por Pedro Luiz Pauliello, da Rádio Bandeirantes de São Paulo.

Vasco da Gama x Cruzeiro – Brasileirão de 1974

A conquista vascaína foi narrada pela lenda do rádio Waldir Amaral, da Rádio Globo do Rio de Janeiro. Perceba que Waldir narra com rapidez, mas com muita clareza, colocando o torcedor dentro do confronto.

São Paulo 2×1 Barcelona – Mundial Interclubes 1992

Não pode faltar um dos maiores, que completou 70 anos de idade recentemente: o Pai da Matéria Osmar Santos, da Rádio Globo de São Paulo, narrando um dos maiores momentos da história do São Paulo: a decisão do Interclubes contra o Barcelona.

Flamengo 3×1 Vasco – Campeonato Carioca 2001

Dessa vez, vamos homenagear dois grandes do rádio esportivo narrando o mesmo lance: o gol antológico de Petkovic que deu o título ao Flamengo sobre o Vasco na decisão do Cariocão de 2001.

Primeiro, o Garotinho José Carlos Araújo pela Rádio Globo.

Depois, O Garotão da Galera Luis Penido narrando pela Tupi.

Tijuana 1×1 Atlético-MG – Copa Libertadores da América 2013

Um dos momentos mais icônicos da história do Altético-MG trazido por Osvaldo Reis, da Rádio Globo de Minas – a defesa de pênalti milagrosa de Victor no último lance da partida, que poderia eliminar o Galo da Libertadores.

E, pra encerrar, temos que trazer uma provocada nos hermanos.

Após o vareio que a Argentina levou no Mineirão pelas Eliminatórias da Copa de 2018, Daniel Mollo da Rádio Cooperativa da Argentina mostrou todo o seu descontentamento com a Argentina e reconhecendo a superioridade do Brasilzão.

Fonte e Fonte.

Quem mais aí é apaixonado pelo rádio? Baixa o volume da TV e aumenta o do rádio? Leva radinho ou aplicativo pro estádio? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *