AG Retrô 2021 – Junho

A retrospectiva segue firme. Menos pra você, que é CRINGE.

Chegou a hora de rever junho, mês que iniciou a Eurocopa e a Cepa América!


Eurocopa

Finalmente depois de um ano adiado por conta da COVID19, tivemos a Eurocopa comemorativa dos 60 anos da competição, acontecendo em diversas sedes diferentes.

Uma logística desafiadora, principalmente com a maior pandemia em 100 anos.

Já falamos muito da Euro por aqui (fizemos uma cobertura completa no Twitter, basta seguir a hashtag #TREuroAG e o nosso post especial de Foto Placar, mas podemos destacar alguns fatos marcantes, como:

  • o grande susto que o Eriksen deu no mundo: ele chegou a “morrer” por alguns instantes, mas o jogador dinamarquês foi salvo prontamente pelo time de paramédicos em Copenhagem
  • a derrota da Alemanha contra a França com gol contra de Hummels, comemorada pelo.. próprio filho
  • a estreia e o primeiro gol em Euros com a Macedônia do Norte e a despedida de Pandev da seleção
  • Um festival de gols contra de goleiro
  • CR7 mostrando habilidade dentro de campo e rejeição a coquinha fora dele
  • punição e manifestação contra racismo e homofobia, que infelizmente não foi seguido por todos.

No Brasil…

Falando em homofobia, o tema foi pauta no nosso futebol em alusão a uma data de conscientização, que trouxe, além de manifestações contrárias, com argumentos de mimimi, muitas manifestações favoráveis ao tema, como a emblemática comemoração de German Cano pelo Vasco.

Emblemáticas também foram as eliminações na Copa do Brasil, como as saídas de Palmeiras – atual campeão – e Ceará – que era favoritaço no momento do sorteio, mas ficou pelo caminho contra o Leão.


Polêmica na CBF

Um áudio vazado comprometedor ao presidente da CBF Rogério Caboclo implodiu os bastidores do nosso futebol.

Sob denúncia de assédio, o presidente foi afastado do cargo, e em momento próximo a eleição para renovação de mandato.

Juntando o absurdo da Copa América ser no Brasil, e a insinuação de que, mesmo com uma campanha perfeita nas Eliminatórias, Rogério Caboclo daria a cabeça de Tite para colocar Renato Gaúcho para agradar o Executivo Federal, Casemiro, após partida pelas Eliminatórias, prometeu uma manifestação dura dos jogadores na próxima rodada.

O país ficou apreensivo de que tipo de declaração seria feita.

Porém, após o afastamento de Caboclo do cargo, e a consolidação do torneio da Cepa América no país, Marquinhos (o capitão do jogo seguinte) pôs panos quentes, e o manifesto virou postagem passa-pano de Instagram


COVID19…

Com a Copa América iniciada, vimos que algumas delegações tiveram surtos de COVID19, como Bolívia e Venezuela.

O fato do torneio vir tão rápido ao Brasil, um dos países mais afetados pela pandemia – mais até que Argentina e Colômbia, sedes anteriores – foi investigado pela CPI do COVID no Congresso.

E não foi apenas nas seleções que a pandemia foi ignorada.

As bolhas dos clubes foram furadas solenemente por alguns clubes. O mais emblemático ocorreu no Palmeiras, que Lucas Lima e Patrick de Paula foram flagrados em aglomeração.

No entanto, a esperança seguia crescendo com o avanço da vacinação.

Um momento emblemático do mês foi quando Sarah Gilbert, uma das líderes da pesquisa que produziu a vacina Astrazeneca, da Oxford.

Ela foi convidada a assistir uma partida do torneio de Wimbledom, e foi ovacionada pelo público em Londres.


Amanhã tem julho: fim da Euro e da Copa América e início das Olimpíadas.

Faltou alguma coisa pra falar de junho? Comenta aí!

Deixe um comentário