WCG 2019 – Os Jogos Olímpicos do e-sport

Em tempos de Jogos Panamericanos, e já no clima dos Jogos Olímpicos, assistimos na TV inúmeros esportes que o grande público sequer sabia que existia.

No entanto, no mês de julho, aconteceu um campeonato “multidesportivo” envolvendo um tipo “diferente” de modalidades esportivas: o e-sport.

A World Cyber Games é considerada como as “Olimpíadas dos e-sports” desde os anos 2000, e focava na disputa de games famosos daquela geração.

Descontinuado em 2013, retornou nesse ano, tendo como sede a cidade de Xi’an, na China, entre os dias 18 e 21 de julho.

E o evento teve cerimônia de abertura e tudo!

196 jogadores de 25 países participaram da competição nos quatro dias de disputa.

“O WCG 2019 é uma plataforma para a paz e o trabalho de equipe, um espaço onde as pessoas podem se encontrar e comemorar as diferenças. A amizade é mais importante do que a competição, a glória e os prêmios – a amizade é tudo. É o coração do WCG.” Kwon Hyuk Bin, presidente do comitê do WCG

Os títulos jogados no WCG 2019 foram:

– Clash Royale
– Cross Fire
– DotA 2
– WarCraft III: The Frozen Throne
– Honor of Kings (Arena of Valor)
– Hearthstone
– StarCraft

Além das competições, o Centro Internacional de Exposições e Convenções de Qujiang em Xi’an recebeu um fórum de prática e compartilhamento de conhecimentos para desenvolvimento e produção de jogos, festivais de música eletrônica e competições de cosplay.

O desejo é definir um modelo totalmente novo de festival global de e-sports, atraindo outros grandes títulos, realmente transformando o evento em uma “Olimpíada do e-sports”.

Lembrando que os e-sports já foram cogitados para ser esportes olímpicos – e até participaram de evento-teste nas Olimpíadas de Inverno de 2018. Também houve competição nos Jogos Asiáticos.

Participação brasileira

O Brasil participou apenas da competição de dois títulos: Cross Fire e Arena of Valor.

No MOBA da Tencent Games, INTZ e GeO foram as equipes que representaram o país, mas nenhuma delas avançou da primeira fase.

No entanto, o outro representante prometia mais.

Uma das equipes fortes de Cross Fire a nível mundial, a brasileira Black Dragons se envolveu em uma polêmica durante o campeonato.

Antes dado como classificado para as semifinais, o time foi eliminado de forma controversa pelo comitê organizador, por conta de critérios de desempate.

Resultados

Confira os vencedores e o “quadro de medalhas” da WCG 2019:

Clash Royale

Ouro: JuicyJ (Estados Unidos)
Prata: Efemgg (Turquia)
Bronze: Taoki (Taipé Chinês)

Clash Royale (League)

Ouro: Complexity (Estados Unidos)
Prata: Fnatic (Espanha)
Bronze: SK Gaming (Alemanha)

Cross Fire

Ouro: SUPER VALIANT (China)
Prata: ALL GAMERS (China)
Bronze: Golden V (Alemanha)

DotA 2

Ouro: Newbee (China)
Prata: Cignal Ultra (Filipinas)
Bronze: CDEC (China)

Hearthstone

Ouro: exigo (Hungria)
Prata: TerrenceM (Estados Unidos)
Bronze: LFReconnect (China)

Honor of Kings (Arena of Valor)

Ouro: DTeam (China)
Prata: VSTAR (China)
Bronze: KSSC (China)

WarCraft III: The Frozen Throne

Ouro: Infi (China)
Prata: TH000 (China)
Bronze: Moon (Coreia do Sul)

StarCraft II

Ouro: JIN AIR Maru (Coreia do Sul)
Prata: Reynor (Itália)
Bronze: Neeb (Estados Unidos)

Eis o Quadro de Medalhas ao final do evento:

Fonte

Que outros títulos poderiam aparecer nas “Olimpíadas do e-sports”? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *