Seleção feminina de futebol ganha uniformes exclusivos para a Copa!

A Copa do Mundo feminina se aproxima. O maior torneio da categoria acontece em junho, na França.

Se na bola o Brasil está beeeem atrás, pelo menos na vestimenta, está em dia!

Na última segunda-feira, a CBF e a Nike lançaram os novos uniformes para a seleção brasileira feminina que vai disputar a Copa.

A grande novidade é que os modelos apresentados hoje são exclusivos para as mulheres – a Seleção masculina jogará a Copa América praticamente no mesmo tempo da Copa do Mundo feminina, e terá vestimenta própria.

A coleção foi criada graças a estudos e troca de informações com jogadoras profissionais e amadoras. Uma das melhorias obtidas com essa parceria foi o caimento do short, com um corte inovador e ideal para a prática do futebol feminino.

Logo, o conjunto é pensado para a alta performance de campo e para o uso casual dos torcedores.

A meio-campista brasileira, Andressinha, aprovou:

“Quando vestimos a camisa do Brasil, além de buscar o melhor para a equipe, nós estamos brigando para que todas as mulheres tenham seu espaço no esporte. Temos enorme responsabilidade como referência para todas as meninas apaixonadas pelo esporte. Vai além da prática esportiva porque é uma luta pela igualdade”

O 1º uniforme é a tradicional canarinha (meias brancas, calções azuis), com a barra da manga em verde.

Já o 2º uniforme é azul escuro e tem design inspirado numa constelação de estrelas – homenagem as jogadoras que passaram pela Seleção.

O uniforme azul tem um efeito em degradê bem diferente com tonalidades de azul diferentes.

A gola moderna segue a mesma tonalidade azul das barras das mangas.

Em ambos os modelos existe uma inscrição “secreta”, uma surpresa deixada pela Nike homenageando a seleção feminina: “Mulheres Guerreiras do Brasil”.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O resultado agradou o diretor de gestão da CBF e futuro presidente da entidade, Rogério Caboclo:

“Ficamos felizes com este momento especial do futebol feminino. Ano de campeonato mundial, que terá transmissão em TV aberta, ampliando a sua divulgação. Além disso, a CBF aumentou a abrangência do campeonato brasileiro da modalidade e criou a primeira competição de base da história”.

Fonte

A Seleção feminina ainda busca seu primeiro título mundial – em 2007 bateu na trave ao ser derrotada pela Alemanha.

Nessa Copa elas não tem como dizer que a Seleção entre como favorita, mas ficaremos na torcida!

E aí, será que nossas meninas farão tão bonito na França quanto as camisas? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *