Esportes que deveriam estar em Tóquio: Corrida de T-Rex

Continuando nossa série de esportes que poderiam muito bem ser disputados no Jogos Olímpicos, vamos abordar uma modalidade de corrida que pode parecer assustadora, mas é muito divertida!

Estou falando da Corrida de T-Rex!

Caindo no mundo do meme, a fantasia inflável de um T-Rex (um dos dinossauros mais perigosos da sua época) virou uma febre.

Centenas de vídeos internet a fora mostram as reações dos “T-Rexes” no nosso cotidiano.

Uma das mais divertidas é a corrida, que tem caráter oficial na cidade de Richmond, capital do estado norte-americano da Virginia.

Para participar da Richmond T. Rex Run, é preciso ter energia, determinação e – obviamente – uma fantasia de Tiranossauro Rex.

Afinal, a corrida oficial é de 1km, algo “bem assustador” para pessoas em fantasias infláveis.

Os tirano-participantes são de idades diversas – podendo até mesmo encontrarmos “filhotes” no meio da bagunça.

A última edição – em 2019 – era especial. O objetivo era entrar para o Livro dos Recordes, tentando reunir 244 “T-Rexes”.

Porém, o evento “flopou” em seu objetivo principal, pois apenas 175 pessoas compareceram a corrida.

Um número “quatro vezes maior do que 2018”, de acordo com a organização.

Em outra cidade americana, os tiranossauros de plástico serviram para dar uma folguinha aos cavalos na prova de turfe.

Na pista de Emerald Downs, em Auburn, Washington, o páreo não foi composto por cavalos, mas por dinossauros infláveis.

O participante de número 13, batizado de “Regular Unleaded”, foi o vencedor, dando muita grana a quem “apostou nele”.

No entanto, o uso do “lagarto-tirano-rei-inflável” pode ter um cunho social, afinal.

O PETA sugeriu que, em vez da famosa corrida de touros de San Fermín, nas Espanha, ser com bovinos, poderia ser com T-Rexes em seu lugar.

Se isso é verdade ou simples zueira, nunca saberemos.

Fonte, fonte e fonte.

Divertido e versátil. Não é o esporte olímpico perfeito?

Comenta aí que outro esporte incomum você deseja que ganhe uma vaga olímpica!

Deixe uma resposta