Evolução dos Escudos: Palmeiras

Continuamos nossa saga pelo passado dos escudos dos principais times do país.

Agora vamos para São Paulo, mais precisamente, ver os escudos do Palestra Italia, digo, o Palmeiras!

Fundado em 1914 com o nome de Palestra Italia – sim, não tem o acento, assim como no idioma italiano – , assim como o caso do Flamengo, tem dois “escudos”.

Um, usado nos uniformes (distintivo), e o outro, mais comumente usado (símbolo).

Pelo menos era assim até 1959, quando símbolo e distintivo se tornaram um só – esse que conhecemos hoje.

Era Palestra Italia

Na sua criação, o símbolo do time era esse: circular em vermelho, com PI no centro, bem no formato do que conhecemos hoje:

Apesar de ter sido fundado em agosto de 1914, o Palestra apenas entrou em campo pela primeira vez em janeiro de 1915.

Nessa partida, usou um distintivo com as siglas PI, de Palestra Italia.

No entanto, em seu primeiro jogo OFICIAL, em 1916, usou a Cruz de Savóia, símbolo da Casa Real Italiana.

Nos seus primeiros anos, a camisa do Palestra teve uma mescla desses escudos, mudando as cores do PI para verde e vermelho – cores da bandeira italiana – ou mesmo trocando a estrutura da Cruz de Savoia por um circulo verde – ou branco.

Esse salseiro de mudanças no escudo precisou ser interrompido por conta de um conflito longe do Brasil.

Era Palmeiras

Por conta da Segunda Guerra Mundial, em que a FEB (Força Expedicionária Brasileira) lutou na Europa contra os países do Eixo – em especial a Itália – houve uma forte pressão popular e política sobre os times com descendência italiana.

Com isso, em 1942, o Palestra Italia foi forçado a mudar de nome. E de distintivo/escudo.

No distintivo, apenas o P (de Palestra de São Paulo e, mais tarde, de Palmeiras).

No escudo, a mudança para o verde e a adaptação a nova condição (o amarelo nas letras não é por acaso).

Em 1959, o clube abandonou a diferenciação entre entre distintivo e escudo, e passou a usar o mesmo símbolo: o atual e mais conhecido.

Desde então, o escudo do Verdão sofre alterações para atualização, mas sem perder sua essência.

As 8 estrelas que rodeiam o círculo com o P, bem como as 26 faixas dentro desse círculo menor, remetem a data de fundação do time: 26/08/1914.

Um detalhe importante: a bandeira oficial do clube, bem como o distintivo na camisa do time, tem uma estrela vermelha.

Essa estrela é em alusão ao título da Copa Rio de 1951, considerado pelos alviverdes como o primeiro título mundial de clubes.

 

Confira uma relação completa de todos os distintivos e escudos do alviverde imponente em sua centenária história:

Fonte e Fonte


É muito escudo do Palmeiras, hein?

Qual clube você quer ver nessa série? Comenta aí!