Seleção “Nordestina” de Futebol

No final do mês passado, em durante conversa com jornalistas estrangeiros, o presidente Jair Bolsonaro, sem perceber que os microfones estavam ligados, comentou com o Ministro Chefe da Casa Civil que, dos governadores “de paraíba”, o pior era do Maranhão.

Isso juntou-se ao arsenal de bobagens do presidente, mas evidenciou o velado (ou não tão velado assim) preconceito com o povo nordestino.

E para quem mantém um site/blog que fala de esportes a nível nacional e internacional, num espaço democrático, vindo direto do Ceará, sabe que não há VEJA BEM nessa história.

Muita gente do “sul” – ou mesmo nordestinos que não se valorizam – realmente acreditam que “do nordeste não vem nada de bom”.

Um exemplo foi os ataques nas redes sociais dos flamenguistas ao lateral Renê, um dos mais regulares jogadores do Mengão.

Não que fosse preciso, mas vamos iniciar aqui uma série de postagens sobre (claro, evidenciando o nicho desse site), de esportistas nordestinos de destaque nacional e internacional.

Para começar, que tal uma Seleção Nordestina de Futebol?

Mesclamos jogadores que atuam “no país Brasil” quanto fora do país. Dessa lista, três jogadores estiveram na Seleção Brasileira na última Copa América – o número cai para um se formos ver a Copa do Mundo de 2018.

Everton

Natural de: Maracanaú-CE
Joga no: Grêmio-RS

Everton Cebolinha – apelido dado por conta de seu corte de cabelo que lembra o personagem da Turma da Mônica, foi revelado nas categorias de base do Fortaleza, despertou a atenção do Grêmio, que o “pegou” antes de subir para o profissional.

Hoje é um dos mais importantes jogadores do tricolor gaúcho, e é um dos únicos dessa lista que atua pela Seleção Brasileira.

Na Copa América, foi o artilheiro da competição.

Firmino

Natural de: Maceió-AL
Joga no: Liverpool-ING

Junto com Everton e Daniel Alves, é o único atleta dessa seleção a jogar atualmente na Seleção Brasileira.

Chamou a atenção do Figueirense quando ainda era jogador Sub-17 do CRB. Jogou a Copinha pelo Figueirense, tendo bom retrospecto.

No profissional, foi vice-campeão da Série B, ajudando o time catarinense a subir para a Série A.

Vendido ao Hoffenheim, ficou na Alemanha por 5 anos, até ser contratado pelo Liverpool, onde conquistou a Liga dos Campeões da temporada passada.

Esteve na Copa do Mundo de 2018 e na Copa América de 2019, quando foi campeão.

Hulk

Natural de: Campina Grande-PB
Joga no: Shanghai SIPG-CHN

Ao contrário de seus colegas de ataque, Hulk chegou a jogar no time profissional do Vitória, que o contratou do Serrano-PB, jogou por quatro anos no Japão, até ser contratado pelo Porto.

Em Portugal, viveu o auge da sua carreira, multicampeão no país e campeão da Liga Europa.

Foi contratado pelo Zênit, e por lá também foi campeão. Desde 2016 está no futebol chinês.

Hulk foi medalhista de prata nas Olimpíadas de Londres, em 2012, e campeão da Copa das Confederações de 2013.
Participou da Copa do Mundo de 2014.

Rodriguinho

Natural de: Natal-RN
Joga no: Cruzeiro-MG

Revelado no ABC, Rodriguinho foi bicampeão potiguar, o que atraiu a atenção do Bragantino.

Após boa passagem, foi contratado pelo América-MG, ficando lá por dois anos, tendo grande destaque.

Contratado pelo Corinthians em 2013, e após empréstimos, ficou no clube em 2015 para ser bicampeão brasileiro pelo Timão.

Fez uma pequena aventura no futebol egípcio e agora joga no Cruzeiro.

Anderson Talisca

Natural de: Feira de Santana-BA
Joga no: Guangzhou Evergrande-CHN

Cria da base do Bahia, se destacou nos campeonatos que disputou, despertando interesse de clubes estrangeiros. Foi vendido ao Benfica em 2014, sendo bicampeão português, com grande destaque.

Depois de 4 anos no clube, foi emprestado (mesmo que à contra gosto) para o Besiktas, da Turquia (onde foi campeão turco) e, em seguida, para o Guangzhou Evergrande, onde voltou à boa fase.

Tanto é que o clube chinês o contratou em definitivo no ano passado.

Hernanes

Natural de: Recife-PE
Joga no: São Paulo-SP

Trazido das categorias de base do Náutico para se profissionalizar no São Paulo, o “Profeta” teve uma boa rodagem no futebol: bicampeão brasileiro pelo tricolor, fez grande passagem pela Lazio.

Ainda jogou, na Itália, na Internazionale e na Juventus (neste último sendo bicampeão italiano).

Em 2017, foi vendido para o Hebei China Fortune, de onde deu um “pulinho” no São Paulo para salvá-lo do rebaixamento.

Agora, com o fim do contrato na China, volta ao Tricolor paulista.

Foi medalhista de bronze nas Olimpíadas de 2008, campeão da Copa das Confederações em 2013, e participou da Copa de 2014.

Renê

Natural de: Picos-PI
Joga no: Flamengo-RJ

Vindo do Picos para o Sport ainda na base, Renê se destacou no Leão em 2014 sendo campeão da Copa do Nordeste e do estadual.

Em 2017, trocou de rubronegro, saindo do Pernambucano para o Rio de Janeiro, jogar pelo Flamengo.

Um dos jogadores mais regulares do elenco do Fla, foi escolhido o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão de 2018.
No rubronegro carioca, foi bicampeão estadual.

Jemerson

Natural de: Jeremoabo-BA
Joga no: Monaco-FRA

Cria do Confiança-SE, foi contratado, ainda na base, pelo Atlético-MG, onde teve grande destaque.

Campeão estadual, da Copa do Brasil e da Libertadores pelo Galo, foi indicado para seleção do Campeonato Brasileiro de 2015, no Prêmio Craque do Brasileirão.

Vendido ao Monaco, da França, foi campeão francês logo na sua primeira temporada por lá, em 2016.

Dante

Natural de: Salvador-BA
Joga no: Nice-FRA

Saído da Catuense-BA, viajou pelo país na base até se profissionalizar no Juventude.

No clube gaúcho, mostrou um bom futebol, despertando o interesse do Lille, da França. Passou ainda pelo futebol belga antes de explodir.

Na Alemanha, jogou pelo Borussia Mönchengladbach, com boas atuações, até chegar ao auge no poderoso Bayern de Munique em 2012, onde ganhou TUDO: Bundesliga, Champions, Mundial de Clubes…

Jogou uma temporada pelo Wolfsburg e hoje está novamente a França, jogando no Nice.

Pela Seleção, foi campeão da Copa das Confederações de 2013, e esteve na Copa de 2014.

Daniel Alves

Natural de: Juazeiro-BA
Joga no: São Paulo-SP

O mais vencedor da lista – e do futebol mundial, com 41 títulos – começou sua carreira no Juazeiro, até ser, ainda na base, contratado pelo Bahia.

Lá ele foi campeão baiano e bicampeão do Nordeste.

Sendo contratado pelo Sevilla, da Espanha, participou do super time que foi campeão da Copa da UEFA (esse por duas vezes) e da Copa do Rei.

Foi contratado em 2008 pelo Barcelona, onde foi multicampeão: espanhol, da Champions, Mundial…

Depois de 8 anos marcantes na Catalunha, saiu desgastado de lá, sendo contratado pela Juventus e vencendo o Campeonato Italiano.

Depois, passagem pelo PSG, onde teve mais títulos estaduais – menos a tão desejada Champions.

Agora, irá jogar pelo São Paulo, uma das mais bombásticas contratações do nosso futebol.

Pela Seleção, jogou 3 Copas (2010, 2014, 2018), foi campeão das Copas das Confederações de 2009 e 2013, além de ser campeão da Copa América de 2019, sendo o melhor jogador da competição.

Fabiano

Natural de: Mundo Novo-BA
Joga no: Porto-POR

Jogou na base do Rio Branco, de São Paulo, até ser contratado pelo Tricolor Paulista. No São Paulo, participou do elenco que foi campeão brasileiro em 2007 e 2008.

Em 2011, foi contratado pelo Olhanense, em Portugal, mas depois se transferindo para o Porto (mas para a equipe B).

No elenco principal, foi campeão português. Em 2015, foi emprestado ao Fenerbahçe, retornando em 2017, participando do elenco campeão português daquele ano.

Lembrando que, ao contrário do presidente, isso não passa de uma brincadeira. Sabemos que somos uma grande nação, e somos brasileiros por sermos plurais. Viva o Nordeste! Viva o Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *