Os 5 melhores Super Bowls da história

O Super Bowl é a grande decisão do futebol americano que, há mais de 50 anos, reúne os campeões das duas conferências da NFL: a Conferência Americana e a Conferência Nacional.

É uma das maiores audiências do mundo, e um dos minutos comerciais mais caros.

Além do jogo, o intervalo também tem seu valor, com mega-pocket-shows de um grande astro da música.

Esse post reúne – na nossa opinião – os melhores Super Bowls de todos.

Foi difícil escolher 5 e, em virtude de 3 deles serem relativamente recentes, pode causar repulsa a lista, mas vamos em frente!

O invicto quase cai

Super Bowl VII – Los Angeles Coliseum, Los Angeles – 14/01/1973

Esse jogo consagrou a equipe que até hoje tem um recorde imbatível: o Miami Dolphins de 1973 é a única equipe na NFL a ser campeã invicta do Super Bowl.

O jogo em si marcou a maior temperatura da história de um Super Bowl. Bem, pelo menos na temperatura ambiente, pois o jogo parecia controlado pelos Dolphins.

Parecia. Um lance no final da partida poderia ter mudado tudo. Os Dolphins venciam por 14 a 0, e tinham um field goal no fim da partida para tentar.

O kicker Garo Yepremian chutaria, marcaria os 3 pontos e sacramentaria uma vitória tranquila sobre o Washington Redskins.

Só que ele teve seu chute bloqueado, pegou a bola no chão e tentou lançá-la, mas foi interceptado e a bola foi retornada para TD pelos Redskins.

Sorte do kicker dos Dolphins que o jogo terminaria mesmo 14 a 7 para o time de Miami.

O 1º mega show

Super Bowl XXVII – Rose Bowl, Pasadena, California – 31/01/1993

Um local especial para os brasileiros que, no ano seguinte, comemorariam o tetracampeonato mundial.

No entanto, esse jogo teve mais destaque fora de campo. Geralmente os shows do intervalo não eram tão marcantes ou empolgantes, nem geravam tanto frisson quanto geram hoje.

Isso mudou nesse dia, quando O REI DO POP fez o Rose Bowl vir à baixo com seu pocket show cheio de efeitos especiais e, claro, com tudo o que Micheal Jackson consegue fazer num palco.

A partir daí o evento Show do Intervalo atrai gente que nem curte NFL, mas vai ver para prestigiar seu astro da vez.

Bem, o jogo em si marcava a mais humilhante derrota de uma dinastia de vices do Buffalo Bills. Esse era o terceiro Super Bowl de uma sequencia de 4 que a equipe de Buffalo conseguia chegar.

A vitória da vez foi dos Cowboys e veio com nove turnovers, quatro interceptações e cinco fumbles perdidos pelos Bills. Resultado: 52 x 17 para o Dallas Cowboys.

A ressurreição de uma cidade

Super Bowl XLIV – Hard Rock Stadium, Miami Gardens, Florida – 07/02/2010

New Orleans nunca foi uma cidade famosa pela sua equipe de futebol americano.

Desde o surgimento dos Saints, na década de 60, a equipe sempre foi o saco de pancadas da NFL.

No entanto, a relação da cidade com a franquia era forte, e ela se intensificou mais durante uma das maiores tragédias naturais dos EUA: o furacão Katrina praticamente destruiu a cidade em agosto de 2005.

O estádio dos Saints, o Superdome, servi de abrigo para milhares de pessoas – mesmo danificado, o que fez ele ser fechado para reformas.

Nesse tempo de reconstrução (física e moral), os Saints jogaram longe de seus domínios. Na temporada de retorno, quando voltou a atuar em casa, um lance emblemático que virou até estátua:

Com um elo tão forte entre torcida e time, e com um QB de alta qualidade como Drew Brees – que havia chegado aos Saints em 2006 – o time de New Orleans chegou ao Super Bowl XLIV e derrubou o Indianapolis Colts, de Peyton Manning, por 31 a 17, conquistando a NFL pela primeira vez.

O capacete que derubou um invicto

Super Bowl XLII – University of Phoenix Stadium, Glendale, Arizona – 03/02/2008

(Essa eu vi, e lembro da narração do Ivan Zimmermann na Band)

O Miami Dolphins, da temporada de 1973 (como vimos acima) é, até hoje, a única equipe campeã do Super Bowl invicta.

Esse número poderia ser quebrado por Tom Brady e seus Blue Caps.

Sim, o New England Patriots chegou ao Super Bowl XLII com 16-0 na temporada regular e vitórias no Divisional Round e na final da AFC.

Encarou o New York Giants, de Eli Manning, para sacramentar a melhor campanha da história (já que o Miami Dolphins venceu 17 vezes para ser campeão).

Faltou avisar ao Eli que, próximo ao fim da partida, tentando ficar novamente á frente no placar, conseguiu conectar um passe sobrenatural para David Tyree, que pegou a bola com seu capacete! Um dos lances mais incríveis de toda a história da NFL.

A campanha seguiu para o TD que derrubou o invicto Patriots. O negócio foi tão sobrenatural que NUNCA MAIS David Tyree fez outra recepção na sua carreira.

A maior das viradas

Super Bowl LI – NRG Stadium, Houston, Texas – 05/02/2017

Esse provavelmente ainda está fresco na memória dos torcedores. Não só por ter sido há 2 anos, mas por tudo o que aconteceu.

Os Patriots já estavam consolidados como essa potência toda que vemos hoje (aliás, ele chegou aos 2 Super Bolws seguintes), mas o Atlanta Falcons começou o jogo com tudo, com um primeiro tempo avassalador (e que parecia ter decidido o jogo), deixando o placar em 28 a 3 no terceiro quarto.

Só que, como já sabíamos, não se pode deixar Tom Brady, um dos maiores jogadores de todos os tempos, ficar irritado.

O que se viu a seguir foi um show dos Patriots, igualando o placar em 28 a 28 no final do “tempo regulamentar”, cravando a primeira prorrogação da história do Super Bowl.

Só que os Falcons sentiram o baque. O overtime foi praticamente um desfile dos Patriots em campo, sem qualquer chance para o time de Atlanta.

Vai ter BULEM por parte do torcedor dos Patriots em Atlanta nesse Super Bowl LIII SIM ou COM CERTEZA?

Fonte

Super Bowl LIII

Neste domingo tem New England Patriots x Los Angeles Rams, em Atlanta. Promete ser um jogão SIM ou COM CERTEZA?

Para saber tudo o que é necessário sobre essa grande jogo está no vídeo abaixo:

Quem ganha? Giselo ou os carneiros? Comenta aí!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *